quarta-feira, 25 de maio de 2016

24 de Abril de 2016 - 4º dia - Buenos Aires ARG

Depois de comer muito na noite anterior e de um 'desayuno' espetacular... hora de nos despedir da Lili e seguir para o centro de Buenos Aires...




Chegando ao centro...







Depois de "nos perdermos" um pouquinho, chegamos ao hotel (Ibis Obelisco: Av. Corrientes, 1344). Como não podemos fazer o check-in ainda, deixamos as coisas na recepção e fomos passear, claro!












Pegamos um táxi e fomos ao famoso Caminito (La boca)


 





Dia de jogo do Boca Juniors (La Bombonera)


Daqui, pegamos outro táxi e fomos ao bairro da Recoleta, onde almoçamos a tradicional 'parrilla' no El Ombu (http://www.recoleta.com.ar/comercio/el-ombu).

Após o almoço, seguimos direto para o Cemitério da Recoleta, famoso por seus mausoléus. 

"O Cemitério da Recoleta ganhou fama devido ao luxo das lápides e da ostentação dos túmulos, retrato do bom momento econômico vivido pela Argentina no início do século XIX" (Wikipédia).



Eu não curto muito isso não rsrsrs, então fiquei passeando pela praça, conversando com um vendedor ambulante que me contou algumas histórias da região e apreciando a feirinha de artesanatos.

Aos sábados, domingo e feriados, funciona uma feira de artesanato e artistas de rua na praça em frente a Igreja Nuestra Señora Del Pilar.

Segundo relatos, nesta área havia o mosteiro dos monges recoletos, onde hoje funciona o Centro Cultural da Recoleta e na área do cemitérios haviam pomares e plantações.


A Igreja Nuestra Señora Del Pilar foi construída em 1732.

 



Olhem o tamanho do "Gomeiro" atrás de nós!




 

Com a chegada da noite... e um vento frio 'doído'... arriscamos uma voltinha até o Obelisco (pois era bem pertinho do hotel) onde tem o famoso BA gigante rsrsrs e o Teatro Cólon.


 

 




Depois, nosso amigo William queria fazer umas "apostas" no cassino... lá fomos nós fazer um 'tour' pelo Cassino Flutuante no Puerto Madero... onde aprendemos como perder US$ 20,00 rapidinho...hahaha



Para quem nunca foi, recomendo... foi muito divertido. Ficamos impressionados com a quantidade de pessoas que ganhavam muito dinheiro nas apostas, apostavam tudo e... perdiam tudo!

Para nós, meros espectadores (exceto o William que era o apostador)... uma experiência ímpar e motivo de boas gargalhadas. Valeu o passeio!

Nenhum comentário:

Postar um comentário